Meios de Comunicação e Imagem dos Destinos Turísticos - Uma Revisão de Literatura

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Mónica Marina Pires Lobo Jacinto https://orcid.org/0000-0003-1679-7897

Keywords

comunicação, turismo, comunicar destino, imagem do destino

Resumo

O crescimento do turismo a nível global oferece oportunidades e desafios aos destinos turísticos. Na atualidade, um dos grandes desafios dos destinos turísticos consiste em atrair e reter turistas. Neste sentido, é vital que estes adotem estratégias eficazes de comunicação, pois a informação transmitida através dos diferentes canais ou meios de comunicação é a fonte que alimenta a imagem de um destino na mente de um turista, contribuindo para sua atratividade e competitividade. Sendo assim, o objetivo deste artigo de revisão é averiguar como a literatura aborda a relação entre os meios de comunicação e a imagem dos destinos turísticos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Para tal, foi usada a pesquisa bibliográfica nas bases de dados da Scopus e Web of Science.  A pesquisa efetuada permitiu concluir que, no âmbito da imagem dos destinos turísticos na CPLP, são abordadas diversas temáticas, no entanto, existe escassez de literatura sobre a relação entre os meios de comunicação e a imagem dos destinos turísticos. Espera-se que pesquisas futuras abordem este assunto com maior horizonte temporal e em diferentes bases de dados.

Abstract 623 | pdf Downloads 387

Referências

Almeida, P., Miranda, J., & Elias-Almeida, A. (2012). Aplicação da Análise Importância-Valor aos Componentes da Imagem de um Destino Turístico. Tourism & Management Studies, 8, 65–77.
Almeida, N. (2021). O papel do Marketing na Dinâmica do Turismo. In L. Lourenço, J. Fernandes, A. Nunes, F. Castro (Eds.), Geografia, Turismo e Território – Livro de homenagem a Fernanda Delgado Cravidão (pp. 655-672). Imprensa da Universidade de Coimbra.
Altinay, L., & Kozak, M. (2021). Journal of Hospitality and Tourism Management Revisiting destination competitiveness through chaos theory : The butterfly competitiveness model. Journal of Hospitality and Tourism Management, 49(June), 331–340.
Andrade, L., & Velonjara, M. (2020). The Impact of Tourism on Economic Growth: A Panel Co-integration from the Community of Portuguese-speaking Countries (CPLP). 10(3), 281–291.
Anjos, S., Zucco, D., Mota, N., & Fontana, R. (2016). A Comunicação nos Destinos Turísticos e a Expectativa dos Turistas. Turismo - Visão e Ação, 18(2), 405.
Anthony, M., & Kozak, M. (2022). Technology in Society Interactive engagement through travel and tourism social media groups: A social facilitation theory perspective. Technology in Society, 71(June), 102098.
Ashton, G. (2007). Comunicação e turismo: possibilidades de conhecimento. Conexão - Comunicação e Cultura, 6(11).
Augusto, L. (2014). Comunicação e turismo: relações públicas, dialogismo e imagem nos media digitais (Doctoral dissertation, Universidade de Coimbra). Repositório Institucional da Universidade de Coimbra.
Avighi, C. (1992). Turismo e Comunicação: Estudo do Turismo na História da Comunicação no Século XIX. Revista Turismo Em Análise, 3(2), 22-33.
Baldissera, R. (2010). Comunicação turística: a comunicação das Secretarias Municipais de Turismo da Rota Romântica, Vale do Sinos e Vale do Paranhana (RS)1. Conexão – Comunicação e Cultura, 9(17), 67–83.
Balomenou, N., & Garrod, B. (2019). Photographs in tourism research: Prejudice, power, performance and participant-generated images. Tourism Management, 70 (August 2018), 201–217.
Bento, P. (2020). Unfavourable representations of touristic places: the cautionary tale of late twentieth century travel writing on Portugal. Journal of Tourism and Cultural Change, 18(5), 557-571.
Boyer, M. & Viallon, P. (1994). La Comunication Touristique. 1ª edição. Press Universitaires de France. Press Universitaires de France.
Buhalis, D. & Law, P. (2008). Progress in information technology and tourism management: 20 years on 10 years after the internet – The state of eTourism research. Tourism Management,29, 609-623.
Cabral, M. (2012). Consumidor e Media em Mudança: Desafios para Comunicar Portugal. In Sebastião. S & Ribeiro. R (Eds.), Portugal, destino a comunicar – A comunicação no Turismo Português(s/p).
Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). (2017). Plano Estratégico de Cooperação em Turismo da CPLP (2016 – 2026).
Daim, T., Rueda, G., Martin, H., & Gerdsri, P. (2006). Forecasting emerging technologies: Use of bibliometrics and patent analysis. 73, 981–1012.
Guo, X., Pesonen, J., & Komppula, R. (2021). Comparing online travel review platforms as destination image information agents. Information Technology & Tourism, 23(2), 159–187.
Higgins-desbiolles, F., Bigby, B. C., & Doering, A. (2022). Socialising tourism after COVID-19: reclaiming tourism as a social force? 8(2), 208–219.
Iglesias-Sánchez, P.P., Correia, M. B., Jambrino-Maldonado, C., & de las Heras-Pedrosa, C. (2020). Instagram as a co-creation space for tourist destination image-building: Algarve and Costa del Sol case studies. Sustainability, 12(7), 2793.
Jiménez, S.; Correia, M.; Matos, N. (2018).Analysis of a Social Networks As na Instrumento f Communication In The tourist destinations of Algarve. Revista GEINTEC– ISSN: 2237-0722. Aracaju/SE. Vol.8, n.3, p.4476-4494, jul/ago/set – 2018 4476.
Labrada, S., Díaz Pompa, F., Cruz Aguilera, N., & Balseira Sanamé, Z. (2022). Marketing turístico digital en Latinoamérica: estudio bibliométrico 2010-2019. Revista Universidad y Sociedad, 14(2), 521-534.
Llodra-riera, I., Jiménez-zarco, A. I., & Izquierdo-yusta, A. (2016). Assessing the influence of social media on tourists’ motivations and image formation of a destination.
Marujo, N. (2012). Comunicação, Destinos Turísticos e Formação Superior. In Sebastião, Sónia e Ribeiro, Raquel (Eds.), Portugal: Destino a Comunicar. A Comunicação no Turismo Português. Lisboa: ISCSP-CAPP – pp.74-88.
Molina-collado, A., Gómez-rico, M., Sigala, M., Molina, M. V., Aranda, E., & Salinero, Y. (2022). Mapping tourism and hospitality research on information and scientific approach. In Information Technology & Tourism (Issue 0123456789). Springer Berlin Heidelberg.
Muniz, L. M., & Santos, C. A. F. dos. (2019). Turismo E Conteúdo Gerado Pelo Usuário: Uma Análise Sobre O Comportamento Do Consumidor Na Internet Por Meio De Comentários De Viagens Online. SINERGIA - Revista Do Instituto de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis, 23(1), 65–80.
McCartney, G., Butler, R., & Bennett, M. (2008). A strategic use of the communication mix in the destination image-formation process. Journal of Travel Research, 47(2), 183–196.
Neto, E., & Urias, L. (2011). Personalidade gastronômica e destinos turísticos: avaliação dos canais de comunicação na projeção dos atrativos gastronômicos no nordeste brasileiro. Revista Turismo Em Análise, 22(2), 322.
Neves, J. M. de O. (2012). Imagem de destino turístico: contributo para uma sistematização da leitura científica. Cogitur : Journal of Tourism Studies, 5, 39–68.
Oliveira, N. C. D. (2019). A construção simbólica da imagem dos territórios: a Serra da Estrela entre as imagens tradicionais e a imagem turística. PASOS Revista de Turismo y Patrimonio Cultural, 17(6), 1159-1177.
Peres, R. & Rita, P. (2017). Marketing e Comunicação dos Destinos. Planeamento e Desenvolvimento Turístico (pp. 173-181). Lidel.
Perinotto, A. R. C. (2013). Investigando a Comunicação Turística De Parnaíba / Pi-Brasil: Internet e Redes Sociais, Descrição e Análise. TURyDES, December 2013.
Pranckutė, R. (2021). Web of Science (WoS) and Scopus: The titans of bibliographic information in today’s academic world. Publications, 9(1), 12.
Ramona, G., Gheorghe P., & Roxana, N. (2008). Comparing The effectiveness of the Website with traditional media in tourism industry marketing. Analele Universitati Din Oradea. Volumul IV-Management and Marketing.
Sanches, C. (2020). O Instagram como estratégia de comunicação turística: análise comparativa entre VisitPortugal e VisitBrasil (Dissertação de Mestrado não publicada) Universidade do Porto.
Sigala, M. (2020). Tourism and COVID-19: Impacts and implications for advancing and resetting industry and research. Journal of Business Research, 117(June), 312–321.
Sousa, L., & Soares, J. (2020). O TripAdvisor e o marketing de destinos turísticos: estudo de um município do nordeste brasileiro. El Periplo Sustentable, (39), 64-89.
Smith, M., Amorim, E., & Soares, C. (2013). O turismo acessível como vantagem competitiva: implicações na imagem do destino turístico. Revista de Turismo y Patrimonio Cultural, 11(3), 97–103.
Stepaniuk, K. (2015). The Relation between Destination Image and Social Media user Engagement – theoretical Approach. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 213, 616–621.
Tankovic, A. C., Kapeš, J., & Benazić, D. (2022). Measuring the importance of communication skills in tourism. Economic Research-Ekonomska Istraživanja, 0(0), 1–20.
Vianna, S., & Lacerda, L. T. de (2020). A Comunicação Digital e o Turismo: Análise dos Websites de Turismo do Município de Machadinho-RS [Brasil]. Revista Rosa Ventos Turismo e Hospitalidade, 900-925.
Wichels, S. (2014). Comunicação Turística: desafios e tendência na contemporaneidade. Estudo de Caso: Tenerife (Dissertação de Mestrado). Repositório da Universidade de Coimbra.
Winter, T., & Adu-ampong, E. (2021). Residents with camera: Exploring tourism impacts through participant-generated images. Annals of Tourism Research, 87, 103112.
United Nations World Travel Organization (UNWTO). (2019). International Tourism Highlights International tourism continues to outpace the global economy. World Travel Organization.