A literatura moçambicana: caminhos da consolidação

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Pedro Napido

Keywords

consolidação; identidade; literatura; Moçambique; nacionalidade.

Resumo

O presente artigo é uma parte da tese de doutorado sobre a história da emergência da literatura infantil e juvenil em Moçambique através dos autores, obras e das fontes. O mesmo tem por objetivo demonstrar o percurso da literatura moçambicana e os caminhos da consolidação assim como sua contribuição na construção da identidade e da nacionalidade. A leitura do arcabouço teórico de partida, desenvolvido por Candido (1999), Leite (2008), Mendonça (2011), Matusse (2015) e Noa (2008) permitiu compararmos a realidade literária no Brasil em relação a de Moçambique e concluímos que neste último, enquanto país jovem e em construção, a literatura caminha para a sua consolidação, enquanto sistema.

Abstract 800 | PDF Downloads 5205

Referências

Basto, M-B. (2008). Relendo a Literatura Moçambicana dos Anos 80. In: Ribeiro, M. C. e Meneses, M. P. (Orgs.). Moçambique: das Palavras escritas [pp.77-110]. Porto: Edições Afrontamento.
Bhahba, H. K. (1998). O Local da Cultura. Trad. Myriam Ávila; Eliana Lourenço de Lima Reis e Cláudia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Editora UFMG.
Cabaço, J. L. (2009). Moçambique: identidade, Colonialismo e libertação. São Paulo: Editora UNESP.
Campos, J. S. (2010). A Reconfiguração da identidade moçambicana representada nos romances de Mia Couto. Disponível em: http://www.africaeafricanidades.com.br/documentos/01112010_07.pdf.
Candido, A. (1999).Iniciação à Literatura Brasileira:Resumo para principiantes. (3ª. ed.), São Paulo: Humanitas Publicações.
Chaves, R. (2003). Angola e Moçambique nos anos 60: A periferia no centro do território poético. In: Chaves, R. & Macêdo, T. (Orgs.). Literaturas em Movimento: hibridismo cultural e exercício crítico. [pp. 210-223]. São Paulo: Arte & Ciência.
Chiziane, P. (1996). Ventos do Apocalipse. Lisboa: Caminho.
Couto, M. (1992). Terra Sonâmbula. Lisboa: Editorial Caminho.
___________ (1996). A Varanda do Frangipani. Lisboa: Editorial Caminho.
José, A. C. (2008). Revolução e identidades Nacionais em Moçambique: diálogos (in)confessados. In: Ribeiro, M. C. & Meneses, M. P. (Orgs.). Moçambique: das palavras escritas. [pp.141-159]. Porto: Edições Afrontamento.
Júnior, R. (1953). Literatura colonial: ensaios. Lourenço Marques: Travessa do Noronha.
Leite, A. M. (2013). Oralidades e Escritas nas literaturas africanas. Lisboa: Edições Colibri.
___________.(2008). Tópicos para uma História da Literatura Moçambicana.
Ribeiro, M. C. & Meneses, M. P. (Orgs.). Moçambique: das palavras escritas. [pp. 47-75]. Porto: Edições Afrontamento.
Matusse, G. (2015). Literatura Moçambicana: da ameaça ao esquecimento à urgência
do Resgate. Maputo: Alcance Editores.
Mendes, O. (1980). Sobre Literatura Moçambicana. Maputo: Instituto Nacional do Livro e do Disco.
Mendonça, F. (2011).Literatura Moçambicana: as dobras da escrita. Maputo: Ndjira, Coleção Horizonte da Palavra.
Noa, F. (1999). Literatura Colonial em Moçambique: o paradigma submerso.[pp.58-69]. Viatlântica, n.3. São Paulo, USP. Disponível em: http://edisciplinas.usp.br.>pluginfie>php>mod_resource>content>pdf.
___________(2008). Literatura Moçambicana: Os Trilhos e as Margens. In Ribeiro, M. C. & Meneses, M. P. (Orgs.). Moçambique: das Palavras escritas. [pp.35-45]. Porto: Edições Afrontamento.
Newitt, M. (1995). História de Moçambique. Trad. Lucília Rodrigues e Maria Georgina Segurado. Portugal: Publicações Europa América.
Secco, C. L. T. R. (1999). O Mar nas Letras Moçambicanas: As conotações do mar na poética moçambicana. In: Secco, C. L. T. R. (Org.). Antologia do Mar na Poesia Africana de Língua Portuguesa do Século XX: Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau.[pp.10-43]. Cadernos de Letras Africanas 3. V.III, Faculdade de Letras: UFRJ.
Sousa, I. S. (2014). Ficção do Outro: império, raça e subjetividade no Moçambique colonial. CLEPU. Disponível em: www.Lusosofia.net/textos.
Williams, F. G. (2005). Poets of Mozambique, a bilingualSelection: poetas de Moçambique, uma seleção bilingue. Portugal, Lisboa, Instituto Camões. Disponível em: www.parkinfamily.org/typography/book/Mozambique%20poetry.pdf.