O Espólio Literário de Almeida Garrett notas em torno dos Documentos 59 a 63 da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra e da Coleção Futscher Pereira

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Sandra Boto

Keywords

Almeida Garrett; baladística romântica; manuscritos autógrafos; Universidade de Coimbra; Coleção Futscher Pereira; património textual

Resumo

Preparado no âmbito da edição crítica em curso do Romanceiro de Almeida Garrett (1799-1854), este trabalho estuda um importante legado documental do eminente escritor português. Referimo-nos aos Documentos 59 a 63 do Espólio Literário de Almeida Garrett, que se encontram depositados na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra e que abarcam manuscritos autógrafos e originais de imprensa do autor com vista sobretudo à publicação de Garrett (1843), bem como à Coleção Futscher Pereira. Partindo do facto de que o núcleo documental coimbrão se apresenta como uma verdadeira miscelânea, o que perturba o reconhecimento do seu importante valor cultural e patrimonial, propomo- nos contribuir para o reposicionamento destes materiais a partir de uma abordagem essencialmente material e filológica. Discutir-se-ão, assim, algumas das características do espólio, as quais espelham as práticas (por vezes questionáveis) que nortearam a organização destes materiais no passado.

Abstract 336 | PDF Downloads 146

Referências

Obras de Almeida Garrett – Fontes manuscritas
Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. (1824-?). “Cancioneiro de Romances, xacaras, Soláos / e outros vestigios / Da Antiga poesia nacional / pela maior parte conservados na tradição / oral dos povos, / E agora primeiramente colligidos / Por / J. B. de Almeida Garrett”. Cota UCFL 1-2-1-24.
Arquivo Nacional da Torre do Tombo. (1839?-1854?). “Coleção Futscher Pereira”. Manuscritos autógrafos de Almeida Garrett dedicados ao romanceiro. Materiais publicados e inéditos [coleção atualmente depositada a título de empréstimo na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra].
Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (1827-1853?). “Espólio Literário de Almeida Garrett”. Documentos 59 a 63.

Obras de Almeida Garrett – Fontes impressas
Garrett, A. (1828). Adozinda. Romance. Londres: Em Casa de Boosey & Son; e de V. Salva.
Garrett, A. (1843). Romanceiro e Cancioneiro Geral. I. Lisboa: Typ. da Soc. Propagadora dos Conhecim. Uteis.
Garrett, A. (1851). Romanceiro. II e III. Lisboa: Na Imprensa Nacional.
Garrett, A. (1853). Romanceiro. I. Romances da Renascença. Terceira Edição. Lisboa: Em Casa da Viuva Bertrand e Filhos.

Estudos
Amorim, F. G. (1881). Garrett. Memorias Biographicas. Tomo I. Lisboa: Imprensa Nacional.
Amorim, F. G. (1884). Garrett. Memorias Biographicas. Tomo III. Lisboa: Imprensa Nacional.
Boto, S. (2011). As Fontes do Romanceiro de Almeida Garrett. Uma Proposta de ‘Edição Crítica’ (Unpublished Doctoral Dissertation). Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, Portugal.
Guimarães, C. C. (1871). Catalogo dos autographos, diplomas, documentos politicos e litterarios pertencentes ao Sr. Visconde de Almeida-Garrett. In A. Garrett, Helena. Fragmento de um Romance Inedito pelo Sr. Visconde de Almeida-Garrett (pp. [XI]-LII). Lisboa: Imprensa Nacional.
Lima, F. (1948). Inventário do Espólio Literário de Garrett. Coimbra: Publicações da Biblioteca Geral da Universidade.
Monteiro, O. P. (2006). ‘Ostinato rigore’: A edição crítica das Obras de Almeida Garrett”. In Crítica Textual e Edições Críticas: Em Questão (pp. 39-58). Coimbra: Centro de Literatura Portuguesa.

Documentos em linha
A NOVA Direito (2018). João Maria Tello De Magalhães Collaço. Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. Retrieved from
http://www.fd.unl.pt/ConteudosAreasDetalhe_DT.asp?I=1&ID=1493 –